A menina de dois anos de idade infectada com Ebola no Mali morreu, de acordo com uma enfermeira estava trabalhando no hospital onde a menina estava sendo tratada na cidade de Kayes. Ela afirmou nesta sexta-feira que viu agentes de saúde embalando o corpo da criança após ela morrer. Ela falou na condição de anonimato.

A menina viajou da Guiné com a avó e durante o trajeto apresentou sangramento no nariz, um dos sintomas da doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que muitas pessoas foram expostas ao vírus durante a viagem da criança e estão sob o risco de terem sido contaminadas.

"O estado da criança, que apresentava os sintomas, durante a viagem de ônibus é especialmente preocupante, por apresentar múltiplas oportunidades de exposição (ao vírus), envolvendo muitas pessoas", declarou a agência em um comunicado.

Primeiramente, a menina foi levada para uma clínica no Mali na segunda-feira, onde foi inicialmente tratada para febre tifoide, para qual havia testado positivo. Quando ela não melhorou, foi testada para ebola e então, tratada em uma área isolada. Fonte: Associated Press.