Uma semana depois dos atentados terroristas em Bruxelas, o aeroporto internacional na cidade irá testar a sua capacidade para retomar parcialmente o serviço de passageiros.

No entanto, ainda é muito cedo para dizer quando o serviço poderá ser restabelecido por completo, disse Florence Muls, gerente de comunicação externa da aeroporto, nesta segunda-feira.

Florence Muls disse que 800 funcionários irão testar na terça-feira uma infraestrutura temporária e novos arranjos concebidos para passageiros fazerem o check-in. O governo belga deve aprovar o novo sistema, disse Muls, antes de o aeroporto de Bruxelas retomar o processamento de tráfego de passageiros.

No dia 22 de março, homens-bomba atacaram a aérea de embarque do aeroporto e uma estação do metrô, matando ao menos 35 pessoas e deixando mais de 300 feridos.

Bélgica detém três suspeitos de praticarem atividades terroristas

Número de mortos nos ataques terroristas em Bruxelas sobe para 35

Bélgica admite erros antes de ataques terroristas em Bruxelas