Atendendo a apelo do governo do Haiti, o Brasil doou para aquele país cerca de 7 mil doses de vacina antirrábica humana nesta terça-feira (7). O transporte a Porto Príncipe foi custeado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), segundo o Itamaraty. A doença afeta quatro países da América Latina e do Caribe - Guatemala, Haiti, República Dominicana e Haiti, segundo dados da OPAS.

Em 2017, o Brasil já havia doado 15 mil doses da vacina antirrábica para o Haiti.

De acordo com o Ministério da Saúde, as doações brasileiras em ações de cooperação humanitária não privam os brasileiros do direito de acesso a medicamentos, destinados a tais iniciativas apenas quando não há carência no atendimento prioritário a pacientes nacionais.

Leia mais:
Adultos sem vacina abrem caminho para novas epidemias
Fake news atrapalha campanha de vacinação contra a gripe e governo estuda ampliar prazo
Em dia D contra a gripe, pacientes com dengue lotam Centro de Saúde na Pampulha