Após a Super Lua, ocasião marcada pela aproximação máxima do satélite com a Terra, os brasileiros poderão conferir outro fenômeno astronômico: as Perseidas. A chuva de meteoros está ocorrendo desde julho e seu ápice será na noite desta segunda-feira (11) para a terça-feira (12). 
 
De acordo com o Observatório Astronômico de Lisboa (Portugal), cerca de 100 meteoros podem ser vistos por hora. No entanto, a observação pode ser dificultada pelo brilho intenso da lua, que ainda estará próxima da Terra. No Brasil, quem estiver mais ao norte do país poderá obter uma melhor visão do fenômeno. 
 
As Perseidas tem origem na passagem do cometa Swift-Tuttle, que deixou para trás um rastro de poeira e areia. Quando esses detritos atingem a atmosfera, eles se desintegram e provocam a chuva de meteoros. O nome, “Perseidas”, refere-se ao fato que um dos pontos radiantes do fenômeno ocorre na constelação de Perseus.
 
A observação pode ser vista a olho nu, preferencialmente em locais com pouca iluminação externa, como sítios e fazendas. O ápice está previsto para as 3h da madrugada.
 
O site Ciência e Astrônomia vai transmitir o fenômeno ao vivo para quem quiser acompanhar pela internet, confira: