LONDRES - A cerimônia do funeral de Margaret Thatcher começou na manhã desta quarta-feira (17) na catedral de St. Paul, diante de 2.300 convidados, incluindo a rainha Elizabeth II da Inglaterra.

O decano de St. Paul, David Ison, foi o responsável por iniciar a missa e deu graças à ex-primeira-ministra britânica, que faleceu em 8 de abril, "por sua vida e seu trabalho".

O caixão da Dama de Ferro, com a bandeira nacional britânica, foi transportado em uma carruagem até a porta do imponente templo anglicano, a partir de onde oito militares de forças associadas com a guerra das Malvinas de 1982 o carregaram nos ombros.

Na catedral já estavam os convidados, com destaque para a rainha e seu marido, o príncipe Philip, todo o governo britânico e representantes de 170 países.

Milhares de curiosos, incluindo mais admiradores que manifestantes, acompanharam a procissão do caixão de de Margaret Thatcher entre o palácio de Westminster e a catedral.

O caixão da única mulher chefe de Governo do Reino Unido, que passou 11 anos em Downing Street, um recorde no cargo em mais de 150 anos, passou a noite de terça-feira no Parlamento, do qual foi membro durante mais de meio século, de 1959 até sua morte, em 8 de abril aos 87 anos em consequência de um acidente cardiovascular.