HONG KONG - O humorista francês Dieudonné, polêmico por suas declarações antissemitas, foi detido pelo serviço de imigração de Hong Kong, que impediu sua entrada no território e vai proceder a expulsão, anunciou a produtora do artista.

"Dieudonné e seus filhos estão detidos no serviço de imigração do aeroporto de Hong Kong", afirmou à AFP a empresa "Les Productions de la Plume".
"Deve ser expulso nas próximas horas para a França ou Camarões", completou a produtora.

Dieudonné viajou a Hong Kong para duas apresentações de seu espetáculo "Dieudonné em Paz", no teatro Cyberport, oeste da ilha de Hong Kong.
Os motivos alegados para impedir a entrada do comediante no território não foram revelados.

"O espetáculo "Em Paz" não tem nenhuma frase ilegal. Fala das plantas e ecologia", afirmou um dos advogados de Dieudonné, Sanjay Mirabeau.
Dieudonné M'bala M'bala foi condenado na França por declarações antissemitas em várias oportunidades, sendo obrigado a pagar um total de 60.000 euros em multas.