TUNES - A Assembleia Constituinte da Tunísia aprovou nesta segunda-feira (6) um artigo do projeto de Carta Magna que consagra pela primeira vez neste país muçulmano o princípio da igualdade sem discriminação entre homens e mulheres.

"Todos os cidadãos e cidadãs têm os mesmos direitos e os mesmos deveres. São iguais perante a lei, sem nenhum tipo de discriminação", afirma o artigo 20 do projeto de Constituição, aprovado por 159 dos 169 legisladores votantes.