A Suprema Corte da Argentina confirmou que o primeiro julgamento oral contra a ex-presidente Cristina Kirchner por corrupção começará na terça-feira, (14). A acusação está ligada a contratos de obras públicas na Província de Santa Cruz, reduto da família Kirchner, que foram pagas, mas não executadas.

No total, foram questionadas 51 obras, mas o tribunal decidiu que somente 5 seriam auditadas. 


Leia mais:
Supremo argentino mantém validade de pedido de prisão contra Cristina Kirchner
Juiz ordena confisco de 33 obras de arte da casa de Cristina Kirchner
Irmão de Macri nega pagamento de subornos para explorar estradas argentinas