Duas pessoas fazem reféns 140 hóspedes e 30 funcionários do luxuoso Hotel Radisson Blu, em Bamako, no Mali, informou a cadeia de hotéis, em comunicado. “O grupo Rezidor, que administra o Hotel Radisson em Bamako, está ciente da tomada de reféns que está ocorrendo. Duas pessoas fazem reféns 140 clientes e 30 empregados”, acrescenta a nota.

Um tiroteio agora de manhã no hotel, no centro da capital, supostamente feito por jihadistas, levou à definição de um perímetro de segurança no local, informou um jornalista da France Press que se encontra no local.

De acordo com o testemunho, o fogo disparado por armas automáticas foi ouvido fora do hotel, mas ainda não há relatos sobre vítimas. “Tudo aconteceu no sétimo andar do prédio. Tropas malianas cercam o hotel .

Grupos jihadistas ocupam a região, especialmente área de Sahel, que atravessa as zonas da Mauritânia, Mali, Níger, Chade e Burkina Faso.

*Com agências