ASSUNÇÃO (Paraguai) - Mais de dez mil pessoas ficaram desabrigadas no transbordamento do rio Paraguai, no departamento do Chaco, informou a secretaria de Emergência Nacional (SEN) nesta segunda-feira (13).
 
O volume de água subiu consideravelmente na localidade de Puerto Pinasco, em função das fortes chuvas dos últimos oitos dias. Nesse período, o índice pluviométrico passou de 400 milímetros, castigando várias localidades da região, acrescentou o governo.
 
Várias casas estão debaixo d'água, obrigando os moradores a se refugiarem nas áreas mais altas, onde receberam ajuda do governo estadual.
 
Entre os afetados, há indígenas de aldeias ribeirinhas, que tiveram suas comunidades transformadas em verdadeiros lagos, de acordo com depoimentos dos moradores às rádios locais.
 
Homens das Forças Armadas foram mobilizados para ajudar os desabrigados.