A equipe de resgate que trabalha em busca de sobreviventes no deslizamento de terra que enterrou uma aldeia no sudoeste da China neste sábado (24) encontrou 15 corpos, mas cerca de 100 pessoas ainda continuam desaparecidas.

De acordo com a agência de notícias Xinhua, cerca de mil socorristas estão na operação de resgate, além de cães farejadores em busca de sinais de vida. A região possuía 62 casas e um hotel.

O deslizamento de terra, que veio de uma montanha, ocorreu na vila de Xinmo em Mao County, por volta das 6h da manhã (no horário local), disse o governo provincial de Sichuan. Autoridades disseram que 1,6 km de estrada foram soterrados no desastre.

Leia mais:

Deslizamento de terra deixa pelo menos 120 desaparecidos na China