MADRI - A guarda civil espanhola apreendeu no porto de Algeciras (Andaluzia, sul) mais de 32 toneladas de haxixe, um recorde, escondidas em um carregamento de melões.

As 32,38 toneladas de resina de haxixe estavam escondidas em um caminhão procedente do Marrocos, cujo motorista, também
marroquino, foi detido em 27 de abril passado.

A droga foi avaliada em 49,8 milhões de euros (65,5 milhões de dólares) no mercado negro.

Esta é a maior apreensão de haxixe em solo espanhol, depois da que aconteceu em março de 2006, quando a Guarda Civil apreendeu 30 toneladas de haxixe e prendeu 23 pessoas no sudeste da Espanha.

A Espanha é a principal porta de entrada na Europa da cocaína procedente da América Latina e do haxixe que chega do norte da África.