O chefe da diplomacia dos EUA, Mike Pompeo, confirmou na quinta-feira, (10), que a retirada das tropas americanas da Síria está de pé e negou qualquer "contradição" na estratégia de Donald Trump para o Oriente Médio.

Nesta semana, o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, disse que os EUA não sairiam da Síria sem garantir a segurança de seus aliados regionais. No Cairo, Pompeo fez um discurso para demonstrar a consistência da estratégia americana no Oriente Médio e culpou a mídia pela confusão.


Leia mais:
Reconstrução da Síria é oportunidade para empresas brasileiras, avalia Marun
Enviado dos EUA em guerra contra o Estado Islâmico renuncia
EUA preparam retirada de suas forças militares na Síria