Os Estados Unidos revogaram os vistos mantidos por autoridades do governo venezuelano que trabalham para o presidente Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira o enviado americano para a Venezuela, Elliott Abrams. Abrams não deu mais detalhes nem disse quantos foram afetados pela decisão.

A medida era esperada, após os EUA reconhecerem o deputado oposicionista Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional, como presidente legítimo da Venezuela e começar a pressionar pela saída de Maduro. Guaidó apontou Carlos Vecchio como representante de sua administração interina nos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.