A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, disse que o país está encorajando outros membros do Conselho de Segurança da ONU a deixarem de lado o acordo nuclear do Irã e a se concentrarem em criticar os mísseis do Irã e outras transgressões não-nucleares cometidas por Teerã, de acordo com Washington.

Haley conversou com repórteres logo depois de um almoço na Casa Branca entre o presidente americano, Donald Trump, e embaixadores do Conselho de Segurança. Ela afirmou que a campanha dos EUA para incentivar outros países a denunciar as atividades não-nucleares do Irã está funcionando.

De acordo com a diplomata americana, outras nações estão começando a aperceber que, se não culparem o Irã pela violação a resoluções da ONU sobre segurança, os EUA irão determinar que o acordo nuclear "é uma farsa". Ela sugeriu que uma ação dura da comunidade internacional para abordar essas violações poderia ser motivo para os EUA permanecerem no acordo.

Fonte: Associated Press.