Uma chinesa infectada pelo vírus da gripe aviária H7N9 morreu no domingo (11) por falência múltipla dos órgãos, informou um hospital de Pequim.

A mulher, de 61 anos, foi diagnosticada com o vírus em 20 de julho, depois que ficou doente na província de Hebei, norte da China.

Ela foi transferida para o Hospital Chaoyang de Pequim para receber tratamento, mas não resistiu e faleceu no domingo.

A agência estatal de notícias Xinhua informou que 44 pessoas morreram por esta doença no país.

No total, 134 casos foram confirmados na China continental, incluindo um em Guangdong, o primeiro nesta província do sul, que foi anunciado sábado.