Pelo menos três reféns foram mortos nesta sexta-feira (20) pelos jihadistas que tomaram um hotel de luxo na capital do Mali, Bamako, anunciou o porta-voz do ministro da Segurança Interna. Ele informou que 12 pessoas já foram libertadas.

Grupo armado faz 170 reféns em hotel na capital do Mali e 3 pessoas são mortas“Três reféns foram mortos”, disse a mesma fonte, que indicou que as nacionalidades estão sendo verificadas.

O porta-voz acrescentou que os reféns foram libertados graças à intervenção das forças especiais e que há “dois ou três” assaltantes.

Em nota, o grupo Rezidor, que administra o Hotel Radisson em Bamako, informou que duas pessoas fizeram reféns 140 hóspedes e 30 empregados.

Um tiroteio agora de manhã no hotel, no centro da capital, supostamente feito por jihadistas, levou a polícia a estabelecer um perímetro de segurança na área, informou um jornalista da France Press que se encontra no local.