Um lugar único no mundo que tem uma paisagem que é tão linda quanto mortal. Assim é possível descrever o lago Natrão, no norte da Tanzânia. A água do local tem o pH natural (acidez), que varia entre 9 e 10.5. O normal para o consumo é 7. A temperatura da água chega a alcançar 60 ºC.

A combinação de acidez e temperatura alta deixa a água letal para os animais da região. Os que têm contato com o líquido acabam mortos e calcificados, formando um cemitério de estátuas.

O fotógrafo Nick Brandt fez um ensaio para registrar essa história.

Os flamingos são as espécies mais atingidas por fazer ninhos próximos ao lago. O único animal que sobrevive a esse tipo de água é o peixe Alcolapia alcalina, um tipo de tilápia conhecido por ser muito resitente.
 

Lago na África tem água mortal transforma animais em estátuas
Pássaros e morcegos viram estátuas em árvores após contato com água (Foto: Nick Brandt)


Curiosidade

O natrão, que dá nome ao lago, é um composto derivado de cinzas vulcânicas. No passado, o povo do Egito usava a substância para mumuficar corpos.