O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira, 23, o rompimento de relações diplomáticas com os EUA. Em pronunciamento na TV, ele deu 72 horas para a saída dos diplomatas americanos do país.

Hoje, mais cedo, o líder opositor venezuelano Juan Guaidó declarou-se presidente interino da Venezuela durante as manifestações pela renúncia de Maduro. Minutos após o anúncio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Guaidó como presidente de facto do país, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro e outros da América Latina e Canadá.

Leia mais:
Nove países reconhecem Juan Guaidó como presidente encarregado da Venezuela
Brasil reconhece Guaidó como presidente interino da Venezuela
EUA apoiam esforço de Guaidó por governo de transição e eleição na Venezuela