BOGOTÁ - O antigo narcotraficante colombiano Juan David Ochoa, que fundou o extinto cartel de Medellín junto com Pablo Escobar, morreu nesta quinta-feira (25) na Colômbia em função de uma parada cardíaca.

Ochoa, de 65 anos e chefe de um clã familiar acusado de introduzir grandes quantidades de cocaína nos Estados Unidos, se dedicava nos últimos anos à criação de cavalos.

Ochoa fundou na década de 1980 o cartel de Medellín junto com Escobar, que foi morto pela polícia em 2 de dezembro de 1993 depois de uma longa perseguição.

Desse bando também fizeram parte seus irmãos Jorge Luis e Fabio Ochoa, que cumpre condenação de 30 anos de prisão nos Estados Unidos.

Ochoa e seus irmãos se entregaram à justiça colombiana em 1991, recebendo benefícios oferecidos pelo então presidente César Gaviria (1990-94).