Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 26 ficaram feridas neste sábado (3) após um atirador abrir fogo no interior de um supermercado Walmart, em um shopping na cidade de El Paso, no Texas, Estados Unidos. Segundo informações da NBC, veículo de comunicação local, os números foram confirmados pela polícia horas após o ataque. 

O tiroteio teve início pouco depois das 10h locais no supermercado que fica no entorno do Cielo Vista Mall. O atirador, que está preso, foi identificado como Patrick Crusius, de 21 anos, que seria de Dallas, também no Texas. Ainda de acordo com a apuração do veículo, uma segunda pessoa também foi levada pela polícia, mas não foi divulgado ainda qual o papel do suspeito no atentado. 

A cidade de El Paso fica próxima da fronteira entre os Estados Unidos e o México, sendo um popular ponto de compras de pessoas dos dois países.

Um funcionário do Walmart contou à NBC que estava trabalhando quando começou a ouvir os disparos. A princípio, ela acreditou que tratava-se de caixas sendo descartadas. "Eu pensei que era como se caixas grandes fossem descartadas ou algo assim, até que o som chegou cada vez mais perto. Foi quando eu e meu colega de trabalho nos olhamos chocados e assustados", contou ao veículo de imprensa local. 

A trabalhadora do supermercado disse ainda ter chegado a resgatar o máximo de pessoas durante o ataque, entre eles uma garotinha que se perdeu dos pais durante a confusão. "Tentei salvar o máximo de pessoas possíveis", lembrou. 

No fim desta tarde, o presidente americano Donald Trump lamentou o tiroteio por meio do Twitter. "Os relatórios são muito ruins, são muitos mortos. Vamos trabalhar com autoridades estaduais e locais e com a aplicação da lei. Falei com o governador para oferecer apoio total do governo federal. Deus esteja com todos vocês", escreveu. 

 

Uma hora depois, Trump voltou a tuítar, desta vez para publicar uma foto ao lado de Colby Covington, lutador peso meio-médio da UFC, que entraria no octógano instantes depois. Na publicação, o presidente desejou uma boa luta ao atleta. 

Leia mais:
EUA: tiroteio deixa 4 mortos e 15 feridos em feira gastronômica na Califórnia
Tiroteio em Nova York deixa um morto e 11 feridos
Tiroteio em sinagoga na Califórnia deixa quatro feridos