O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (13) que as negociações comerciais com a China "estão avançando bem rápido", mas não se comprometeu sobre o sucesso da iniciativa. "Vamos ver", comentou durante entrevista coletiva na Casa Branca, voltando a dizer que Pequim estaria mais interessada no acordo do que os americanos.

Donald Trump

Trump afirmou que as negociações comerciais com a China "estão avançando bem rápido", mas não se comprometeu sobre o sucesso da iniciativa

Trump falou durante coletiva ao lado do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. Segundo o líder americano, já existe comércio bilateral com os turcos, "mas ele poderia ser bem maior", o que ele pretende ajudar a acontecer. Trump também disse que a Turquia pode ser uma "força de estabilidade" no Oriente Médio.

Além disso, o presidente americano foi questionado sobre o processo de impeachment em andamento na Câmara dos Representantes. Ele minimizou, dizendo que se trata de uma "caça às bruxas", com informações requentadas e incorretas.

Erdogan, por sua vez, se disse "um grande fã" do presidente americano e que pode haver um "novo capítulo" na relação bilateral. Ele também disse que a Turquia já gastou US$ 40 bilhões com refugiados sírios e que a Europa deveria colaborar mais para ajudar com essa situação.