O Papa Francisco passeou pela Praça de São Pedro no sábado à noite, durante as últimas horas de 2016, trocando saudações de ano-novo com os fiéis. Francisco passou pelo meio da multidão para orar diante do cenário da Natividade em tamanho natural e realizou as tradicionais "vésperas" (oração da tarde) dentro da Basílica de São Pedro. No caminho, ele parou para beijar crianças na bochecha e apertar as mãos dos presentes, ocasionalmente aceitando pequenos presentes que entregou aos seus guarda-costas.

Durante as orações, o Papa pediu aos fiéis que ajudem os jovens a encontrar o seu propósito no mundo, assinalando o paradoxo de "uma cultura que idolatra a juventude" e ainda não abriu lugar para os jovens. "Nós condenamos nossos jovens a não ter lugar na sociedade, porque os empurramos lentamente para as margens da vida pública, obrigando-os a migrar ou a implorar por empregos que já não existem ou que não lhes prometem um futuro", disse Francisco.

O Papa afirmou ainda que o mundo tem com os jovens "uma dívida", porque eles foram privados de "trabalho digno e genuíno" que lhes permita participar da sociedade, sendo obrigados "a bater em portas que na maior parte permanecem fechadas". Fonte: Associated Press.