Pesquisa indica que o partido de Emmanuel Macron ganhou o primeiro turno das eleições parlamentares neste domingo (11), posicionando o novo presidente francês para ter ao seu lado a maioria da casa e pressionar por mudanças no cenário europeu.

O La République en Marche de Macron ganhou 32% dos votos em todo o país, de acordo com as projeções da empresa de pesquisa Ipsos Sopra-Steria com base em uma contagem parcial de votos. O partido de centro-direita Les Républicains e seus aliados ocuparam o segundo lugar, com 21,2% dos votos.

A votação do primeiro turno coloca o partido do Macron e um aliado de centro no caminho certo para ganhar uma maioria de 415 a 455 assentos na Assembleia Nacional de 577 lugares no segundo turno, disse a instituição de pesquisa Ipsos Sopra-Steria.

Os dois partidos que conseguirem mais votos em cada distrito neste domingo avançam para o segundo turno, bem como candidatos que obtêm apoio de mais de 12,5% dos eleitores registrados. Conforme a pesquisa, 51,2% dos eleitores registrados não votaram, o que, segundo a instituição de pesquisas, é a maior porcentagem de abstenções registradas em eleições legislativas na França.