O presidente paraguaio, Horacio Cartes, doou seu salário pelos próximos cinco anos para a paróquia San Rafael, que mantém uma clínica para pacientes terminais e crianças doentes em um bairro de Assunção, informou o governo neste domingo (18).
 
O novo chefe de Estado, que assumiu na última quinta-feira (15) e começou a trabalhar no dia seguinte, havia prometido na campanha eleitoral que faria essa doação de cerca de US$ 10 mil por mês.
 
Um dos homens mais ricos do Paraguai, Cartes prometeu declarar "guerra à pobreza".