SÃO PAULO - Quatro mineradores brasileiros morreram em um desabamento da mina de ouro em que trabalhavam, na amazônia guianense, de acordo com informações divulgadas hoje pela polícia da Guiana à AFP.

Taigo Nunes Pinto, Ronaldo Da Silva Sousa, João Mands Nelson Pinto e Joao Martins Gonsalves estavam entre nove e 12 metros de profundidade na hora do desabamento e foram soterrados, segundo o porta-voz da polícia, Whitney Bacchus.

O incidente ocorreu próximo à vila de Arau, próxima à fronteira com a Venezuela, anteontem. Como não há contato telefônico com essa região montanhosa da amazônia, as autoridades só confirmaram o acidente hoje.

O governo guianense adverte mineradores sobre os riscos de não seguir normas de segurança, mas a aplicação das regras não é seguida à risca devido a falta de fiscalização.