Ao menos quatro mineiros morreram e 26 estavam desaparecidos nesta sexta-feira, um dia após uma explosão em uma mina de carvão perto de Vorkuta, Rússia, ao norte do círculo polar ártico. "O destino de 26 mineiros ainda é desconhecido. Quatro pessoas estão mortas", declarou o porta-voz do comitê russo de investigação, Vladimir Markin, em um comunicado.

Várias explosões de grisu provocaram na quinta-feira desabamentos e um incêndio na mina Severnaia, que as equipes de resgate ainda não conseguiram apagar, explicou à agência RIA Novosti Denis Paikin, diretor-técnico da empresa mineradora  Vorkutaugol. A mina se encontra mais de 100 km ao norte do círculo polar, na república de Komis.

Conhecida por suas condições climáticas extremas, Vorkuta foi um gulag pelo qual passaram dezenas de milhares de presos, obrigados a trabalhar nas minas. Com o fechamento do gulag, nos anos 50, a exploração mineradora prosseguiu.