O senador republicano John McCain, dos Estados Unidos, vai descontinuar o tratamento médico para um câncer no cérebro, disse a família do parlamentar de 81 anos em comunicado nesta sexta-feira (24).

No ano passado, o candidato presidencial republicano de 2008 foi diagnosticado com uma forma agressiva de câncer no cérebro, chamada glioblastoma.

"Com sua força de vontade costumeira, ele agora escolheu descontinuar o tratamento médico", disse a família McCain em um comunicado divulgado pelo seu gabinete no Senado. "John superou expectativas para a sua sobrevivência. Mas o progresso da doença e o avanço inexorável da idade dão o próprio veredicto."