A explosão de um carro-bomba perto de uma delegacia de polícia na capital da Somália, neste domingo, matou pelo menos cinco pessoas e feriu ao menos 13 outras, segundo relatos das autoridades. A explosão quebrou um mês de relativa calma em Mogadíscio, muitas vezes um alvo do grupo extremista al-Shabab.

A explosão perto da delegacia de polícia de Waberi, ao longo da movimentada estrada Maka Almukarramah, pode ter sido provocada por um suicida, segundo o capitão Mohamed Hussein.

O al-Shabab, ligado à Al-Qaeda, muitas vezes realiza bombardeios mortais em Mogadíscio contra alvos de alto perfil, como hotéis e postos de controle.

A maioria das vítimas do ataque deste domingo eram civis. Ainda não é certo o alvo exato da explosão, que ocorreu em meio a um engarrafamento, enquanto os soldados procuravam carros em um cruzamento próximo. O primeiro-ministro da Somália, Hassan Ali Khaire, relatou que nenhuma explosão havia ocorrido na capital durante o último mês. Fonte: Associated Press.