Temporais provocam mais de 100 mortes e muita destruição na Alemanha; veja vídeos

Vivian Chagas (*)
@vivisccp
16/07/2021 às 11:43.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:26
 (Reprodução/Twitter)

(Reprodução/Twitter)

Autoridades locais da Alemanha confirmaram a morte de 103 pessoas e o desaparecimento de outras 1,3 mil devido à série de temporais com graves inundações que castigam diversas cidades do país desde quarta-feira (14).  Os óbitos ocorreram nos estados da Renânia do Norte-Vestfália (60) e Renânia-Palatinad (43).

A Alemanha enfrenta a pior enchente da sua históriaMais de 100 pessoas morreram e centenas estão desaparecidasVários deslizamentos de terra foram registrados pelo país pic.twitter.com/cvgGnUmwx6— Conflitos e Guerras (@ConflitoeGuerrA) July 16, 2021

Há ainda buscas por sobreviventes após um grande deslizamento ocorrido em Erftstadt-Blessem. No distrito, casas e carros foram arrastados pelas forças das águas. 

VIDEO: Heavy damage after fatal floods in Germany.Massive flooding in western Germany has left dozens of people dead and caused significant damage pic.twitter.com/D7JVPbZUPm— AFP News Agency (@AFP) July 16, 2021

No estado vizinho, ao menos seis casas já haviam desabado no distrito de Ahrweiler, e outras dezenas correm risco.

Segundo agências internacionais, a barragem de Rur (Rurtalsperre) – que represa o rio Rur na região de Aachen e no distrito Düren, no sudoeste da Renânia do Norte-Vestfália – transbordou na madrugada desta sexta (15). Com isso, localidades como Düren e Jülich correm o risco de serem inundadas.

Impressionantes essas imagens da cidade de Blessem, perto de Colônia, na Alemanha. As enchentes causadas pelas fortes chuvas dos últimos dias no país já deixaram mais de 80 vítimas fatais e outras centenas de desaparecidospic.twitter.com/xsLJg64eOf— Observatório Internacional (@observint) July 16, 2021

A barragem de Steinbach, perto de Euskirchen - distrito da Alemanha-, também corre o risco de romper. A rodovia A61, que passa pela região, e outras nas redondezas foram fechadas. Algumas cidades foram preventivamente evacuadas. Governos municipais declararam estado de emergência.

O número de mortes confirmadas deve aumentar à medida que as equipes de resgates e buscas forem trabalhando pelos escombros de prédios e casas que foram destruídos pela força das águas. 

Outros países

Também afetada pelas chuvas, a Bélgica contabiliza ao menos 15 mortos e quatro desaparecidos, ainda de acordo com agências internacionais.

MUNDO | Muito grave evento de chuva extrema na #Alemanha, #Belgica, #Luxemburgo, #Holanda e #Suica. Estas são imagens da cidade belga de Verviers e descritas pelo meteorologista @Meteovilles da rede de televisão francesa @BFMTV como “apocalípticas”. pic.twitter.com/RybfFdpGNi— MetSul.com (@metsul) July 15, 2021

A área mais afetada é Liège que, além dos danos diretos aos moradores, está com o transporte de trens paralisado desde o dia 14 deste mês. Mais de 21 mil moradores estão sem energia elétrica no sul do país.

Já nos Países Baixos, 550 famílias foram retiradas de suas casas em Roermond e levadas para abrigos seguros. O nível da água no rio que corta a cidade está muito acima do normal.

Registros impressionantes mostram os estragos que a chuva deixou pelo país. Veja a galeria:

(*) Especial para o Hoje em Dia 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por