Seis novos casos da gripe aviária H7N9 foram detectados nas últimas horas na China, elevando para 111 o número de contágios registrados este ano e que resultaram em pelo menos 20 mortes. O novo vírus foi descoberto pela primeira vez em humanos no ano passado, no Leste da China.

Hong Kong registrou nessa quarta-feira (29) a terceira morte em consequência da gripe H7N9.
 
Em Macau, apesar de alguns casos suspeitos, ainda não foram detectados casos da doença.
 
A galinha é muito usada em pratos típicos da gastronomia chinesa. Neste momento, em que o país se prepara para celebrar o Ano Novo Lunar, a maior e mais importante festa das famílias, as autoridades pedem à população que redobre os cuidados para evitar o contágio.