Os 11 membros de uma  mesma família encontrados mortos em casa, em Nova Délhi, faziam "práticas espirituais, místicas" - informou a Polícia neste domingo (1º).

A Polícia cercou o imóvel no norte da capital, onde os corpos de sete mulheres e de quatro homens foram encontrados neste domingo de manhã.

"Ainda é muito cedo (para saber o que aconteceu). A investigação está em andamento, e ainda não descartamos nada", disse um oficial de Polícia.

"Durante uma busca na casa, algumas anotações que foram encontradas apontam para a observância de algumas práticas espirituais, místicas por parte de toda família", completou a Polícia em um comunicado.

"Coincidentemente, essas anotações têm forte similaridade com o jeito como as bocas, olhos, etc. dos mortos estavam amarrados e colados com fita", completou.

Segundo a Polícia, não há sinais de roubo.

Entre os mortos, estão dois irmãos e suas mulheres, cinco crianças e uma mulher de 77 anos. As vítimas mais novas são dois irmãos de 15 anos.

De acordo com a imprensa local, a tragédia foi descoberta por um vizinho, que procurou a família para saber o motivo pelo qual não abriram sua loja.