A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) lançou na última sexta-feira (8) uma campanha para "ensinar" as pessoas a identificar um possível terrorista. Vale lembrar que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro estão se aproximando e várias ações de combate a possíveis ameaças estão sendo realizadas não somente na Cidade Maravilhosa, mas também em outras sedes, como Belo Horizonte, que recebe partidas do torneio de futebol.

Segundo o texto da peça publicitária, suspeitos de terrorismo "utilizam roupas, mochilas e bolsas destoantes das circunstâncias e do clima. Agem de forma estranha e demonstram intenso nervosismo".

A postagem (veja abaixo) recebeu mais de 4.700 compartilhamentos e 900 comentários, boa parte deles criticando a peça. Mais de 1,7 mil pessoas reagiram à imagem.

Alguns internautas usaram o bom humor para criticar a peça. Um dos comentários diz que "A Agência Brasileira de Inteligência está carecendo de funcionários inteligentes.". Em outra postagem, críticas ao que entende-se como dicas aos terroristas para se misturarem ao público: "ABIN, fiquei sabendo que os terroristas leram esse post e já mandaram comprar um lote de camisas polo numa loja da Lacoste."

Críticas políticas também estiveram presentes entre as diversas manifestações. "Cuidado ao ver um homem vestindo paletó e se dirigindo ao Congresso Nacional, muitos parecem trabalhadores, mas não se engane com suas bolsas destoantes e intenso nervosismo.", afirmou outro internauta.

A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a Abin e aguarda um posicionamento do órgão com relação às críticas.
 

Leia mais

Forças de segurança fazem treinamento contra ataques terroristas no Mineirão
TCU critica falta de planejamento de órgãos federais na segurança do Rio-2016
Forças Armadas terão 22 mil militares na segurança do Rio-2016 a partir do dia 15