Em meio à posse dos 41 novos vereadores de Belo Horizonte, a movimentação nos bastidores da Casa se dá na articulação para a escolha do novo presidente da Câmara Municipal. Duas candidatas concorrem ao cargo: a atual titular da cadeira, Nely Aquino (Podemos), e a novata Duda Salabert (PDT) - a mais votada nas eleições de novembro. 

posse câmara municipal bh 2021

Posse é na tarde desta sexta-feira (1º), em cerimônia semipresencial

Entre os vereadores há o clima de favoritismo para recondução de Nely Aquino ao cargo. Pelos corredores da Casa, parlamentares mais otimistas chegam a afirmar que ela deve contar com o apoio de 31 dos 41 vereadores.

Um dos principais articuladores para a reeleição de Nely é o vereador Gabriel Azevedo (Patriotas) que integrará juntamente com a candidata a reeleição e outros cinco parlamentares um bloco chamado "Democracia e Independência", que já será protocolado durante os trabalhos desta sexta-feira. A criação do bloco - permitido devido a mudanças no Regimento Interno da CMBH - causou mal-estar junto ao poder Executivo, que já havia declarado apoio à atual presidente da Câmara.

O líder de governo do prefeito Alexandre Kalil na Casa, vereador Léo Burguês (PSL), chegou a dizer que não apoiaria mais Nely Aquino. Os dois parlamentares se reuniram na tarde desta quinta-feira (31), mas até o momento Burgês não confirmou o apoio.

Leia Mais:
Cerimônia de posse será semipresencial em BH; Kalil participará de forma remota
Vereadores são empossados na Câmara Municipal de Belo Horizonte
Prefeitos eleitos tomam posse em 5.472 municípios; 96 ficam pendentes
Apoiadores à candidatura de vereador manifestam em frente à CMBH em dia de cerimônia de posse