Para angariar mais filiados, o Partido Novo adotou uma estratégia inusitada. Os filiados que indicarem novos filiados ganharão brindes como bonés, camisetas e caneca. A campanha "Seja+Novo" começou nesta terça-feira (1°) e vai até o dia 31 deste mês. O filiado que indicar de dois a três novos filiados ganha 1 boné, que na loja virtual do partido custa R$ 69,90. Já quem indicar quatro ou cinco filiados ganha uma camisa polo laranja, vendida a R$ 79,90. E o filiado que indicar seis ou mais novos filiados ganha, além da camisa, uma caneca e um convite para o 5° Encontro Nacional do partido. 

Para o doutor em Ciência Política pela UFMG Leonardo Avritzer, "o Partido Novo segue conceitos econômicos em sua vida partidária e, portanto, a estratégia combina com o ideal de produtividade da sigla". 

Os filiados têm que pagar uma mensalidade de R$ 29,80 ou o valor anual de R$ 357,60.  Procurado pela reportagem, o Novo respondeu que não utiliza recursos públicos e se sustenta por filiados, doadores e pela loja. "Por isso, optamos por uma campanha que incentiva os filiados a buscarem novos filiados, baseados nas modernas abordagens de marketing digital, e dentro da legislação eleitoral. Dessa forma, garantimos um crescimento sustentável do partido, com um financiamento de forma voluntária, por aqueles que apoiam o NOVO, diferentemente de todos os outros 32 partidos". 

A ação não configura crime eleitoral, uma vez que não se trata de estratégia de campanha. Conforme a Lei Eleitoral, só é permitida a propaganda política a partir do dia 15 de agosto de cada ano eleitoral. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), também não há nenhuma referência a esse tipo de ação nos artigos que tratam sobre filiação na Lei dos Partidos Políticos. 

Estratégia

Leia mais:

Caixa lança aplicativo de loterias e apostas já podem ser feitas pelo celular; confira como funciona
Verba a ser desbloqueada pelo MEC pode aliviar universidades federais