O terceiro pacote de resgate oferecido à Grécia é a última tentativa de ajudar o país a superar sua crise e a reconquistar o acesso aos mercados financeiros, afirmou hoje o ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble.

"Essa é a última tentativa de cumprir essa tarefa extraordinariamente difícil", disse Schäuble. "Não se trata de um programa de resgate para a Grécia, mas sim de querer ajudar, de ter de ajudar a Grécia a retomar o acesso aos mercados financeiros, como determinado pelas condições para a filiação à união monetária."

Schäuble também comentou que fazer parte da zona do euro exige ter um sistema financeiro que funcione. No fim de semana, o ministro alemão propôs que a Grécia deixasse o bloco temporariamente. Na segunda-feira, porém, a Grécia acabou fechando um acordo preliminar de ajuda com seus credores.

A fala de Schäuble veio antes da votação do acordo grego no parlamento alemão, que está reunido para isso desde as 5h (de Brasília). A expectativa é que os parlamentares aprovem o acordo. Fonte: Dow Jones Newswires.