O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez um longo discurso nesta quarta-feira (10), dois dias após a anulação de suas condenações no âmbito da Operação Lava Jato. Lula recuperou os direitos políticos e voltou a ser elegível, alterando o xadrez da corrida presidencial de 2022.

Confira os principais tópicos do pronunciamento do ex-presidente:

Lava Jato
A Lava Jato desapareceu da minha vida. Estou satisfeito que tenha sido reconhecido o que meus advogados diziam. Sei que é constrangedor pra quem me acusou parar de acusar. Olha como eu tô muito mais sereno do que o Bonner ontem dando a notícia...

Futuro:
Quero avisar que vou voltar a andar por esse país pra conversar com esse povo. O povo não pode permitir que um homem que causa os males que Bolsonaro causa continue governando. Não sei o que vamos fazer, mas vamos precisar fazer. Quero construir um mundo mais justo. Onde lutar por emprego e melhores salários não seja crime. Onde lutar contra o racismo não seja crime. Onde as mulheres sejam tratadas com respeito.

Vacinação:
Nós vacinamos 80 milhões de pessoas durante a época do H1N1. E o Bolsonaro mandou até o Zé Gotinha embora... pensou que ele era petista. Ele era um humanista, suprapartidário. Cadê ele?! Acabou. Quero avisar que semana que vem vou tomar minha vacina. E vou fazer propaganda da vacina. Todos têm que tomar.

Auxílio emergencial:
A gente briga pelo auxílio emergencial, porque enquanto o governo não promove geração de emprego, o povo vai morrer de fome?! Não precisa ler Marx pra defender isso.

Bolsonaro:
Esse presidente falava que Covid era coisa de "marica". Que era uma "gripezinha"... Esse não pode ser o papel de um presidente da República num país civilizado. Ele não sabe o que é ser presidente. Quero pedir a vocês: não sigam nenhuma decisão imbecil do presidente da República. 

Empresários:
Preciso conversar com os empresários. Quero saber que loucura é essa. Eles precisam entender que se eles quiserem crescer, o povo precisa ter renda. Não tenham medo de mim. Eu sou radical porque eu quero ir na raiz dos problemas.

580 dias na prisão:
Faz quase três anos que saí daqui desse sindicato (dos Metalúrgicos do ABC) para me entregar à Polícia Federal. Muitos foram contra. Sabiam que estavam prendendo um inocente. Como eu tinha clareza das mentiras contadas sobre mim, tomei a decisão de provar minha inocência de dentro da prisão. Quero agradecer ao pessoal da Vigília Lula Livre. Eles ficaram debaixo de chuva, de sol e até de bala durante 580 dias. Aquilo foi uma das coisas mais extraordinárias que eu já vi na minha vida. E fez a prisão não ser tão ruim.