Um funcionário do governo israelense disse que 15 reféns foram resgatados da mercearia kosher no leste de Paris, onde um atirador estava.

O oficial, relatando uma conversa entre o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente francês, François Hollande, disse que quatro reféns foram mortos e outros 15 libertados em no mercado perto de bairro de Porte de Vincennes.

O funcionário israelense falou sob condição de anonimato ao retransmitir a conversa entre os dois líderes.

O presidente francês, em pronunciamento nacional, confirmou as quatro mortes.

Fonte: Associated Press.