Após fases de compartilhamento de dados entre instituições, o Open Banking começará a atuar com meios de pagamento. A terceira fase de implementação do sistema trará a integração com as formas de pagamento, começando com o Pix, com data prevista para 29 de outubro. 

A integração nas prestações de serviços será de forma gradativa e integrando posteriormente os pagamentos com TED e transferências entre contas na mesma instituição, boletos, débitos em conta e, por fim, propostas de créditos.

Vale lembrar que as operações precisam ter a permissão de cada correntista. Só assim, as instituições se conectam diretamente às plataformas de outras instituições participantes e acessam exatamente os dados autorizados pelos clientes.

O que é o Open Banking

O Open Banking, ou sistema financeiro aberto, é a possibilidade de clientes de produtos e serviços financeiros permitirem o compartilhamento de suas informações entre diferentes instituições autorizadas pelo Banco Central e a movimentação de suas contas bancárias a partir de diferentes plataformas e não apenas pelo aplicativo ou site do banco, de forma segura, ágil e conveniente.

Entenda as fases do Open Banking

Iniciada em fevereiro, a implementação do Open Banking envolveu primeiramente a integração de sistemas entre as instituições financeiras. Em agosto começou a segunda fase, caracterizada pelo compartilhamento de informações entre as entidades do mercado - começando com os dados pessoais dos clientes e, depois, com os dados transacionais.

Agora, no final de outubro, começa a terceira fase, a primeira que envolverá a integração entre prestação de serviços e será direcionada aos meios de pagamento. Já na quarta fase, que tem previsão de início em 15 de dezembro, o foco  é a integração de outros serviços financeiros. 

Benefícios 

De acordo com o Banco Central, o Open Banking vai trazer mais competição entre as instituições financeiras participantes que poderão fazer ofertas de produtos e serviços para clientes de seus concorrentes, com benefícios para o consumidor, que poderá obter tarifas mais baixas e condições mais vantajosas.