Operação em Minas e mais três estados mira bandidos que furtam combustível de dutos da Petrobras

Agência Brasil
02/03/2021 às 09:14.
Atualizado em 05/12/2021 às 04:18
 (Divulgação/Governo do Rio de Janeiro Geral)

(Divulgação/Governo do Rio de Janeiro Geral)

Policiais civis e integrantes do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumprem nesta terça-feira (2) cinco mandados de prisão e 14 de busca e apreensão contra suspeitos de furtar combustível de dutos da Petrobras. Pelo menos quatro pessoas já foram presas na ação.

Os mandados da operação Porto Negro estão sendo cumpridos nas cidades do Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Itaboraí, além dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Segundo a Polícia Civil, um capitão da Polícia Militar do Rio é suspeito de chefiar o grupo, que atua fazendo perfurações nos dutos de petróleo em municípios da Baixada Fluminense.

Foram identificados pontos de perfuração de dutos em Guapimirim, Nova Iguaçu e Queimados. Em Queimados, a polícia descobriu que o grupo construiu um túnel para fazer a perfuração. Ele também criou uma via de acesso para caminhões chegarem até o local e escoar o produto furtado. O petróleo furtado era transportado para Rolândia, no Paraná, para adulteração e revenda

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por