As comemorações do 3º Dia Mundial dos Pobres começaram neste domingo (17) com uma missa na Basílica do Vaticano, celebrada pelo papa Francisco. Na homilia, ele lembrou que os pobres "facilitam o acesso ao céu”, e que devemos estar ao lado deles para aprender pois “são preciosos aos olhos de Deus, porque não falam a linguagem do eu”.

O papa agradeceu a todos aqueles que, nas dioceses e paróquias de todo o mundo, promovem iniciativas de solidariedade para dar esperança concreta às pessoas mais desfavorecidas.Também pediu orações pela sua próxima viagem à Tailândia e ao Japão, que começa na próxima terça-feira (19) e vai até o dia 26.

PAPA FRANCISCO ALMOÇO POBRES

Digite aqui a legenda

O papa almoçou na Sala Paulo VI com cerca de 1.500 pessoas necessitadas, para testemunhar a "atenção que nunca deve faltar a esses irmãos e irmãs”.

Ao chegar, Francisco saudou os presentes: "Minhas boas-vindas a todos. Desejo que hoje o Senhor abençoe a todos nós: que Deus nos abençoe nesta reunião de amigos, neste almoço e também bênçãos às suas famílias. Que o Senhor abençoe a todos. Obrigado e bom almoço".

Cardápio

O almoço para os pobres foi servido por 50 voluntários e colaboradores de associações de voluntariado.

O menu oferecido pelo papa era composto por lasanha, picadinho de frango com creme de cogumelos, batata assada, sobremesa, frutas e café.

Leia mais:
Comissão de Direitos Humanos registra quatro novas mortes na Bolívia
Morales pede intercessão da ONU e do papa para pacificar a Bolívia
Papa cria arquidiocese e define mais dois bispos na Amazônia
Imagem de Santa Dulce dos Pobres é abençoada por dom Walmor na Catedral Cristo Rei, em BH