O Papa Francisco condenou o ataque realizado por extremistas em um hotel em Mali, que deixou pelo menos 19 mortos, no momento em que se prepara para visitar três países no continente africano.

O secretário de estado do Vaticano disse em telegrama enviado neste domingo para o arcebispo de Bamoko, Monsenhor Jean Zerbo, que o Papa "está consternado com a violência sem sentido" que ele "condena fortemente".

Francisco viaja na próxima quarta-feira para o Quênia, Uganda e República Central da África em uma visita de seis dias.