Quase 50% dos brasileiros considera que a corrupção no setor público, durante o primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), permanece igual, conforme levantamento do Instituto Paraná Pesquisas. O estudo aponta que 46% dos entrevistados não viram crescimento ou diminuição deste tipo de crime.

Já para 12% deles, o problema foi agravado nos 12 meses iniciais de Bolsonaro no poder, e 39,2% dos brasileiros afirmam que a corrupção diminuiu. Há o registro, também, de 2,8% que não opinaram ou não souberam responder.

Mesma coisa

Dentre aqueles que acreditam ter permanecido igual o nível de corrupção no setor púlico, 51,8% têm curso superior, 43,2% Ensino Médio e 45,6% Ensino Fundamental.

Queda

Em relação à redução deste tipo de crime, são mais otimistas os brasileiros com Ensino Médio completo, 42,3%, contra 34,4% que têm Ensino Superior completo.

As regiões Norte e Centro-Oeste são as que mais acreditam em uma queda na corrupção com 42,9% da população.

O Instituto Paraná Pesquisas entrevistou 2.222 pessoas com mais de 16 anos em 26 estados e o Distrito Federal, entre os dias 14 e 18 de dezembro. A margem de erro do estudo é de 2%.