De olho no crescimento dos consumidores residenciais e comerciais que investem na energia fotovoltaica, atraídos por uma economia na conta de luz que pode chegar a 90%, a Loja Elétrica ampliou o portfólio de produtos direcionados a esse mercado. A empresa mineira, fundada em 1947, irá aproveitar a Intersolar South America, maior feira do setor da América do Sul, que acontece de 27 a 29 de agosto em São Paulo, para apresentar soluções de energia solar on grid e off grid (conectada e não conectada à rede pública). 

A Loja Elétrica já produz a própria marca de painéis fotovoltaicos, a Kript. “Minas Gerais é hoje o estado que mais gera energia elétrica por meio de usinas fotovoltaicas de micro e minigeração do país. Estamos investindo fortemente nessa área, que ainda tem muito para crescer”, disse João Flávio Matos, diretor-geral da Loja Elétrica.

O otimismo dele é baseado em dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). Segundo a entidade, a adesão de consumidores à geração distribuída solar fotovoltaica dobrou de tamanho do final de 2018 até junho deste ano, passando de 50 mil sistemas para cerca de 100 mil instalações. No ranking nacional, Minas Gerais lidera a geração distribuída, com 19,7% (196,7 MW) do total.

Para este ano, a Absolar estima que o Brasil deverá ter um salto de 44% na capacidade instalada de energia solar. A alternativa ganha impulso com a conta de luz em alta, o que aumenta o custo de empresas e compromete o orçamento familiar. Neste mês, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estipulou a bandeira vermelha na conta de luz. Desta forma, os consumidores vão desembolsar R$4 para cada 100 quilowatts-hora.

O consultor técnico do grupo Loja Elétrica, Herbert Abreu, destaca ainda que este tipo de energia, além de econômica, “é limpa e renovável”.
“Sistemas solares vêm se expandindo no Brasil, país com enorme potencialidade. E esse potencial pode ser ainda bem mais explorado, considerando o tamanho da nossa área e a incidência dos raios solares”, explica Abreu.

A ideia da Loja Elétrica é expandir a linha de produtos solares por meio de sua marca Kript. “Os equipamentos foram desenvolvidos para trazer ao mercado brasileiro o que há de melhor em tecnologia, qualidade e preço nos sistemas fotovoltaicos”, conta Cristiano Rocha, gerente de vendas da empresa.