Em meio ao caos ambiental da onda de lama no rio Doce, pesquisadores podem ter achado uma boa notícia: uma nova espécie de peixe. A descoberta foi feita no último lote de peixes resgatados do rio antes da chegada da lama em Linhares, na sexta-feira, 20. Segundo o pesquisador Marcelo Polese, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), seria uma nova espécie do gênero Brycon, parecida com a piabanha (Brycon opalinus), espécie rara do Rio Doce.

Polese e outros pesquisadores que participaram do esforço de resgate de peixes nativos do rio notaram que o formato do corpo do animal era um pouco diferente e que ele não tinha uma pinta preta característica na cauda. Resolveram olhar mais de perto e concluíram se tratar de uma nova espécie - hipótese que ainda precisará ser confirmada. Os pesquisadores estão ainda coletando peixes mortos após a chegada da lama para ter uma ideia de como os sedimentos estão afetando os peixes.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.