Pelo menos 71 ocorrências relativas a crimes eleitorais foram registradas pela Polícia Militar em Minas, durante o período de votação neste domingo (28). De acordo com a corporação, 41 pessoas foram conduzidas por algum tipo de infração. 

Ao longo do dia, quatro indivíduos foram levados por violar o sigilo do voto, segundo a PM. Os registros aconteceram em Pirapora, no Norte do Estado; Caratinga, no Rio Doce; Betim, na Grande BH; e Sete Lagoas, na região Central.

Além disso, três pessoas foram conduzidas por fazer boca de urna, cinco foram flagradas em blitze da Lei Seca e um casal foi detido por "promover a desordem", no município de Espera Feliz, na Zona da Mata."Eles entraram na sessão e começaram a fazer uma grande algazarra", explicou a capitão Danúbia Lopes.  

Três eleitores ainda foram conduzidos nas cidades de Lagoa da Prata, no Centro-Oeste mineiro, Raul Soares, na Zona da Mata e em Belo Horizonte, por desacato ao mesário, de acordo com informações da PM.