A polícia de Utrecht, na Holanda, prendeu um quarto suspeito de envolvimento no tiroteio a um bonde na Praça 24 de outubro há dois dias. O homem não teve a identidade divulgada, mas se junta a outros três cujo principal suspeito é o turco Gokmen Tanis, de 37 anos, cujas imagens foram divulgadas por policiais.

Nas redes sociais, a polícia apela para o comparecimento de testemunhas. As informações foram confirmadas pela polícia na conta da corporação no Twitter.

Pelos últimos dados, três pessoas morreram e sete ficaram feridas. Inicialmente, o número de feridos era de nove. As vítimas são uma mulher, de 19 anos, e dois homens, de 28 e 49 anos. Os feridos graves são duas mulheres, de 20 e 21 anos, além de um homem de 74.

A polícia de Utrecht informou ainda que foi criado um memorial na Praça 24 de outubro. No parque, na esquina entre Beneluxlaan e a Avenida das Nações Unidas, as pessoas podem demonstrar seu apoio às vítimas e depositar flores.

Os investigadores tentam descobrir a motivação do crime. Os policiais trabalham com as hipóteses de ação terrorista ou crime familiar.

O tiroteio ocorreu no último dia 18, por volta das 10h45 (horário local) em um bonde elétrico que transportava passageiros. A polícia cercou o local e pediu aos moradores para evitar a área.

Leia mais:

Carta encontrada em carro confirmaria pista terrorista de ataque na Holanda

Três suspeitos estão presos na Holanda por envolvimento em tiroteio