Autoridades do Japão informaram que abriram uma investigação depois que um pequeno drone foi encontrado no telhado do escritório do primeiro-ministro, Shinzo Abe. O fato levantou preocupações com drones e seu possível uso para ataques terroristas. O aparelho continha traços de radiação, mas a polícia afirmou que não havia riscos para humanos.

Nenhum dano foi relatado em razão do incidente. Abe está na Indonésia para participar de uma conferência sobre a Ásia e a África. A polícia japonesa declarou que ainda não se sabe que é o responsável pelo drone e está investigando a possibilidade de ele ter caído acidentalmente durante um voo.

O secretário de gabinete do governo japonês, Yoshihide Suga, afirmou que a situação é um alerta para os problemas causados por aparelhos aéreos não tripulados, incluindo a possibilidade de um ataque terrorista quando o Japão promover a cúpula do G-7 no próximo ano e a Olimpíada de Tóquio em 2020.