A Brigada Militar utilizou bombas de gás lacrimogênio para dispersar manifestantes no campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. A polícia resolveu intervir após estudantes bloquearem uma rua. Não há relatos de pessoas feridas.

Às 14h, os estudantes vão promover um abraço simbólico ao Instituto de Educação e à Faculdade de Educação. Para as 18h, está prevista uma manifestação na Esquina Democrática, também no centro da cidade.

Na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), na região central do Estado, a rótula de acesso à instituição está bloqueada por manifestantes desde as 8 horas. Ainda em Santa Maria, mais de 80 escolas também aderiram à greve geral da Educação.

Leia mais:
Manifestantes já ocupam a Avenida Paulista contra cortes na educação
Organização estima 50 mil em protesto contra cortes na educação em Salvador
Atos em várias cidades pedem manutenção de verbas para universidades