Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, advogado do banqueiro André Esteves, disse neste domingo, 29, que aguarda para hoje uma decisão favorável do Supremo Tribunal Federal no sentido de liberá-lo da cadeia, com o término do prazo de cinco dias de sua prisão temporária.

Esteves está no presídio Bangu 8 desde quinta-feira, depois de passar pela carceragem da Polícia Federal, no centro do Rio, sob suspeita de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, uma vez que seu nome foi mencionado em conversas do senador Delcídio Amaral (PT-MS), também preso na quarta, com o filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, Bernardo Cerveró.

O advogado esteve com seu cliente pela manhã e disse que Esteves segue "perplexo". "Ele não entende por que está preso. Não conhece aquelas pessoas, não teve acesso à tal delação, não foi à tal reunião do dia 19 (com Delcídio e Bernardo). Imagina você se sentir completamente injustiçado e acordar em Bangu 8", disse.